HOMENAGEM A ZECA DE MAGALHÃES

segunda-feira, 9 de agosto de 2010.
Ó MEU MESTRE DE ALÉM MAR
DE ROTAS CURVAS E RETAS
POR FAVOR QUEIRA INFORMAR
PRA QUE SERVEM OS POETAS?...


SERÃO GRANDES PENSADORES
QUE TRADUZEM ESPLENDOR
AO TRANSFORMAR NOSSAS DORES
EM SENTIMENTOS DE AMOR?...


OU SERÃO BRAVOS SOLDADOS
QUE NO MEIO DA BATALHA
COMPÕEM HINOS... SOLTAM BRADOS
DOS BRAVOS SOB A METRALHA?...


OU ENTÃO OS PORTA-VOZES
QUE NA SAUDADE DE AUSENTES
FINGEM-SE OS TEU ALGOZES
NA DOR QUE DEVERAS SENTES?...


RESPONDE, MESTRE DOS MARES
DE FORMA FIRME E DIRETA
NO CHÃO, NAS ÁGUAS, NOS ARES
PRA QUE SERVE UM POETA?

JÁ QUE EM NADA ME AFETAS
EU, QUE CORRI VÁRIOS MUNDOS
RESPONDO-TE SEM TREMER


QUE ESSA RAÇA DE POETAS
É UM BANDO DE VAGABUNDOS
QUE NÃO TEM O QUE FAZER.

2 Comentários:

Nina disse...

Querido amigo Hugo:

Faz sempre bem a alma ler algo que venha de você.
Por mais sutil que seja, se olharmos com atenção, encontraremos um pouco do muito que você esconde nesse enorme coração de POETA.

Beijos

Nina

Tiras em quadrinhos disse...

Amigo Hugo.

É muito prazeiroso ler os seus textos e esse poema para o Zeca é lindo.

Abração.

Cedraz

Postar um comentário

 
. © Copyright 2010 | Design By O mago da imagem |